INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Pode não haver dinheiro para comer... mas para manter a fachada é que interessa!

Após ter ido um Grupo de Trabalho do Lugar das Pedrinhas e Cedovém pedir ajuda e alertar que este inverno existe um grau de risco que continua elevado para a proteção de bens, pessoas e animais. Que existem famílias de pescadores que precisam de ir ao mar e não têm condições.

Nada ainda foi feito...

Esta semana tivemos o exemplo dos pescadores das Caxinas, onde felizmente houve um fim feliz (para a comunicação social). Mas estas famílias que perderam o seu barco e o seu sustento o fim não chegou, mas o inicio do desespero.

No entanto somos noticiados pela POLIS LITORAL NORTE :

Na realização de obras de urbanização, embelezamento, fachada, ostentação e riquesa.

"A Polis Litoral Norte começou a obra de requalificação da Frente Ribeirinha de Esposende, uma empreitada no valor de mais de um milhão de euros (1.128.902,33€) que estará concluída em Agosto do próximo ano.As obras incluem o alargamento do passeio marginal existente com a construção de uma ciclovia e de um passadiço sobre a margem do rio, na área de sapal, bem como a construção de um passadiço sobre-elevado de ligação entre a marginal e a Praça das Lampreias.
A exemplo das fases anteriores de requalificação da marginal de Esposende, o projeto é da EPUR – Assessorias de Urbanismo e Arquitectura e assinado pelo arquiteto Vítor Mogadouro, sendo a obra da responsabilidade da empresa ABB – Alexandre Barbosa Borges S.A."



Conclusão de um simples homem do mar:

- Muito de errado se passa aqui. 

Hoje a conhecida a expressão de Júlio César (Caio) Há nos confins da Ibéria, um povo que nem se governa nem se deixa governar“. possivelmente estará a ser dita pela chanceler da Alemanha, Angela Merkel

terça-feira, 8 de novembro de 2011

"Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé"


No dia 7 de Outubro uma equipa de trabalho representando o Lugar-das-Pedrinhas e Cedovém estiveram em reunião no Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território em Lisboa (MAMAOT). Durante uma hora e meia ,  foi contado a Assessores do Secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território a história destes dois lugares: A história; a agricultura; a pesca; a população; a economia; o aforamento; e a sustentabilidade do lugar (ver petição online).

A importância de Cedovém para a economia da Apúlia.

O esporão, a erosão, o enrocamento; a alteração do pescado devido à alteração de correntes segundo os pescadores; e a acção do Dr. Vasco.

O processo que deu entrada no IGESPAR, requerimentos, assinaturas de arquitetos e todos os anexos. A resposta do IGESPAR, aconselhamento à Câmara Municipal a classificação como Património Municipal, a sentença a obrigar o IGESPAR  responder.
O estudo "Um Projeto para Cedovém" Coordenado pelo Professor Álvaro Campelo. O PLANO A.

Carta de pedido de explicações ao Presidente da Câmara de Esposende sobre a atitude tomada relativamente à sugestão do IGESPAR para classificação de património cultural material e imaterial, e a resposta dada pelo Presidente da Câmara.

Carta para recuperação do enroncamento entregue em 2009 a sete entidades e respostas das mesmas, em que ninguém é responsável ,nem tem jurisdição sobre a mesma.

Foram informados que a empresa que elaborou o POOC, o PGPNLN, o POLIS e o Plano de Impacto Ambiental foi sempre a mesma.

O Plano da POLIS para Pedrinhas/Cedovém com diversas críticas ao mesmo e as incongruências. Foi-nos dado a entender que o Plano da POLIS e como tal...

Por solicitação do Ministério, foi entregue:
Todo o processo que deu entrada no IGESPAR.
A resposta do IGESPAR.
O estudo "Um Projeto para Cedovém"
O PLANO A

Foi entregue por nossa parte um pedido para que seja reposto todo o enroncamento e um acesso para os pescadores na zona das Pedrinhas, e paliçadas e um guincho para pescadores na zona de Cedovém.

Foi-nos dito que existem algumas verbas para situações urgentes e iriam tentar englobar-nos nessa situação. No entanto, os danos provocados terão que ser primeiro analisados por uma equipa, contabilizados, para depois se poder fazer uma intervenção (que não foi prometido ocorrer de imediato). Propuseram-se dar já entrada do nosso processo para que uma equipa de técnicos se deslocasse ao local para avaliar os estragos e ver como se poderia agir.

Grupo de trabalho PEDRINHAS/CEDOVÉM

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Corema: Associação ambientalista diz que o programa Polis Litoral Norte "é uma falácia" em termos de defesa do litoral

"O Programa Polis Litoral Norte não passa “de uma falácia no que à protecção e à defesa do litoral concerne”. Quem o diz é a associação ambientalista Corema, isto depois de ter reunido com responsáveis por este programa de requalificação ambiental que envolve os concelhos de Caminha, Viana do Castelo e Esposende. De acordo com José Gualdino, depois de analisados todos os projectos que a sociedade se propõe concretizar, fica a conclusão de que as acções previstas não passam de “intervenções com um carácter meramente urbanístico”.

José Gualdino reclama uma política integrada de protecção da orla costeira. De acordo com o responsável pela Corema, a prova de que as prioridades estão trocadas está à vista nos danos provocados pelo mar nos últimos dias."

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

É urgente retomar as acções que impeçam a erosão costeiras de Esposende

TVI24

José Maria Costa, Presidente da Câmara de Viana do Castelo, vem em defesa da costa marítima e afirma:

"É urgente retomar as acções previstas que impeçam a erosão costeiras de Esposende, Viana do Castelo e Caminha porque se tratam de intervenções urgentes e necessárias», sublinhou, defendendo a «necessidade» de o ministério liderado por Assunção Cristas de «clarificar a sua posição relativamente ao Polis Litoral Norte e retomar as medidas previstas."

"Recorde-se que no Orçamento de Estado para 2012 o ministério do Ambiente admite uma «reavaliação» de todos os programas Polis de intervenção na costa, avançando apenas com as intervenções prioritárias."

No ano passado várias casas no Lugar-das-Pedrinhas estiveram ameaçadas pela erosão costeira, derivado ao mau tempo e à causa-efeito do esporão. Com a sequência da desintegração do quebra-mar de proteção, que durante 20 anos nunca teve nenhuma manutenção, a Polis viu-se obrigada para salvar as habitações juntar o pequeno enrocamento existente, para segurar a areia que foi depositada.

Hoje essa areia já não existe e este inverno o grau risco continua elevado para a proteção de bens, pessoas e animais.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

TO BE OR NOT TO BE THAT IS THE QUESTION

SER OU NÃO SER EIS A QUESTÃO
IDENTITY
IDENTIDADE

N.O.S. - Nova Ordem Solidária

"NÓS SOMOS"

O SER, O SER HUMANO
Somos também: O TER e o QUERER
Somos o Poder, o Sentir, o Estar, o Assumir.
Somos o Compromisso.
Somos o PENSAMENTO, o Idioma, a Consciência, o Nome, o Conceito.

Somos o PRINCÍPIO e a LIBERDADE.

Somos a e o Culto, o Ideal e a Solidariedade,
Somos a Mística e Somos a Raça (as Caracteristicas)

Somos a EXPRESSÃO, a Comunicação

Somos também a União, a Comunhão e a Convergência
Somos o Princípio e o Fim, as Origens e o Destino,
Somos também, 800 anos de Sedimentação.
Somos a Sociedade Civil, o DIREITO e o DEVER,
Somos a Verdade e a Justiça, o Estatuto, a Lei, a Responsabilidade,
Somos a Maioridade, a Lógica e o Bom Senso, o Equilíbrio,
Somos os Usos e os Costumes, a Cultura e a Tradição.
Somos o Aperfeiçoamento Permanente, a Evolução, o Progresso,
Somos a Potencialidade.

Somos a DINÂMICA, o Objectivo a atingir, o Comportamento.
Somos o Respeito, (por nós próprios e pelos outros).
Somos finalmente o Interesse Comum, a Aliança de Todos,
Somos a Definição e a Legitimidade.
Somos a FORÇA DO ARGUMENTO e nunca o ARGUMENTO DA FORÇA.
Somos o Cidadão, a Família, a Tribo, o Povo, a HUMANIDADE.
Somos o Denominador comum.
Somos Alguém contra Ninguém, somos a Paz, (mas em Segurança).
Somos a Consagração, somos a Identidade.
Somos também, a pesar de tudo, a Relatividade.

Por tudo isto e não só...

Somos o Povo Português, somos os Povos da Expressão Portuguesa,
Somos a Europa Unida.
Somos as Nações Unidas em todo o mundo,

SOMOS A PARTE E SOMOS O TODO.

Somos o nosso PASSADO, o nosso PRESENTE e o nosso FUTURO.
Porto, 8 de Novembro de 1962
António Gil Peixoto de Sousa

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

MAMAOT vai ter de gastar menos 16 por cento em 2012


AmbienteOnline
"Entre as medidas políticas que se anunciam neste Orçamento de Estado destaque para os Programas Polis Litoral, que serão objecto de revisão, tendo em vista «priorizar as acções que acautelam a vida e segurança de pessoas e bens, minorando os riscos e as necessidades de intervenção na orla costeira»."

terça-feira, 18 de outubro de 2011

O Lugar das Pedrinhas e Cedobém - Esposende é tema de estudo nas escolas

O mundo não pára e o que fazemos hoje será amanhã analisado, comentado, criticado e julgado. O Lugar das Pedrinhas atualmente já é tema de estudo nas escolas, por várias razões:
  • Pela tipologia das suas construções antigas;
  • Pelas suas atividades agro-marítimas;
  • Pelo campo de esporões que vão desde Ofir a Apúlia e que modificou a morfologia do segmento costeiro. Vejamos este teste de avaliação de Biologia - Geologia.


segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Projeto Windfloat

Hoje, já se vê da costa marítima a primeira torre eólica do projeto Windfloat. Não estávamos conscientes que o projeto estivesse tão próximo da costa, sabíamos que era ao lado da primeira central maremotriz do Mundo (projeto da empresa escocesa Ocean Power Delivery do engenheiro David Lindley, que foi construída com apoio da Efacec que forneceu os respetivos transformadores e geradores de eletricidade e que a empresa escocesa tinha arrancado com o seu sistema em Portugal, só porque a EDP e o Estado compravam a eletricidade marítima a 23,5 cêntimos por kWh.
Hoje, esse projeto da central está parado e a EDP iniciou este novo projeto windfloat, no qual estamos cientes que a torre erguida e as futuras torres são dissonantes, elementos profundamente negativos na paisagem da costa litoral Atlântica.


Neste caso, então propomos à EDP o seguinte desafio:
Se o projeto é na água, então não se poderá inverter as torres e realizar um Hidrofloat.

 

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Programa Polis do Litoral Norte pode ser ajustado...

RTP
Após uma reunião com a ministra do Ambiente, em Lisboa
José Maria Costa, afirmou:
"Poderão existir ajustamentos, na parte das intervenções do Estado, que estão a ser avaliados. Na parte dos municípios vai depender da renegociação que está a ser feita com Bruxelas dos fundos do QREN [Quadro de Referência Estratégico Nacional] e da capacidade financeira para acompanharem essas intervenções"

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

5 de Outubro de 2011


É precisamente este ano 2011, que Portugal faz capicua 868 anos de existência com o Tratado de Zamora.
O Tratado de Zamora foi o resultado da conferência de paz entre Afonso Henriques e o seu primo, Rei Afonso VII de Castela e Leão, a 5 de Outubro de 1143. Tendo-se registado a data da nascimento de Portugal e chamado para si e para os seus descendentes Homens livres e independentes, em que nada tinham a dever a ninguém. Pois com a vitória da batalha em 24 de Junho de 1128, tendo derrotado o conde de Trava, valido de sua mãe, na Batalha de S. Mamede, assumiu a liderança da Terra Portucalense. Mais tarde em 1139 em Ourique travou uma vitória estrondosa que até hoje está representado nos 5 pontos brancos da bandeira de Portugal.
Desta forma D. Afonso Henriques consolidou a sua posição para formar um novo País, sendo agora considerado pelo seu primo como igual e visto pelo Papa Inocêncio II como um dos Homens fortes na Europa.
Assim dia 5 de Outubro de 1143 D. Afonso Henriques tornou-se no Homem n.º1 de Portugal, ou seja, D. Afonso I de Portugal.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Navio mais antigo do mundo pode estar no fundo do Báltico e ainda intacto

Uma equipa de peritos suecos investiga no fundo do Mar Báltico um naufrágio que pode ser o navio ainda intacto mais antigo que se conhece no mundo.

Tudo indica que a embarcação seja uma coca medieval, modelo comum na região entre os séculos XII e XIV. Jaz a 100 metros de profundidade, num local não revelado algures entre as ilhas de Gotland e Öland, ao largo da costa leste da Suécia.

Este poderá ser o mítico navio do Rei Dinamarquês Valdemar Atterdag (Valdemar IV) que naquelas águas naufragou em 1361, afirma a Ocean Recycling, empresa responsável pelo achado.

É importante dizer que Valdemar II da Dinamarca casou com a filha do Rei Sancho I de Portugal em 1214 e onde teve inicio uma grande relação de amizade entre os dois países, que  encurtou o distanciamento físico com uma forte relação comercial marítima. O Lugar-das-Pedrinhas e Cedovém eram lugares de paragem nessa época.

«As embarcações de Valdemar Atterdag tomaram a ilha de Gotland e alcançaram a capital Visby», sublinha a Ocean Recycling. «Reza a lenda que Atterdag decidiu poupar a vida dos residentes de Visby em troca de três barris de cerveja cheios de ouro, prata e outros tesouros».

Depois de terem detetado o naufrágio com o recurso a um sonar, no início de julho, a equipa da Ocean Recycling investiga agora o interior do navio com robôs subaquáticos munidos de câmaras.

De acordo com a mitologia regional, Valdemar atacou Gotland em 1361 para travar os avanços da Liga Hanseática e, especula o folclore sueco, como resposta às canções de escárnio que os habitantes de Visby escreviam sobre si.

«Não temos a certeza de que se trate desse naufrágio, mas é um navio muito interessante», comentou Richard Lundgren ao Dagens Nyheter. Para este perito em explorações submarinas que gere a operação, «este achado fará sensação fora das fronteiras da Suécia».

A embarcação mede 28 metros de comprimento e sete de largura. Os mergulhadores acreditam ser medieval por ter só um mastro. A boa visibilidade submarina ajuda nas explorações em curso para identificar o navio.

O fundo plano, a ausência de vermes que corroem as madeiras e os baixos níveis de oxigénio das águas do Mar Báltico ajudam a preservar os restos dos navios ali naufragados.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

I Feira Medieval em Esposende - Excelente iniciativa no lugar errado


Damos os parabéns pela iniciativa da I feira medieval, que animou a cidade de Esposende. No entanto damos uma enorme nota negativa à escolha do lugar. Se no concelho não houvesse lugares com idoneidade para recriar à época o cenário da actividade escolhida, compreendia-se e havia uma desculpa a dar. Mas neste caso não a há, do lado sul do rio Cávado existem lugares mais adequados e com cenários referentes à época medieval para o desenvolvimento da feira. Por exemplo, Fão até tem o cemitério medieval das Barreiras, que acredito que muitos esposendenses nem saibam onde se localiza.
Pode ser que na II feira medieval, haja a preocupação de adaptar a "feira dentro do cenário correcto"

Exemplo de uma atividade muito antiga:

A  pesca de cefalópodes (principalmente o polvo) é uma prática muito antiga. Aqui no Lugar-das-Pedrinhas e Cedovém "Para dependurar da cinta os polvos que apanham, usam o cambio, que é um cordel com uma laçada por onde passa o cinto, tendo na outra extrimidade um espeto de madeira: Espeto perfura os polvos, enfiando-se em seguida entre o cinto e corpo." (ver imagem)
A apanha do sargaço do Norte de Portugal
E. Veiga de Oliveira e Fernando Galhano

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Polis do Litoral Norte admite que demolições na costa de Esposende “podem não ser exequíveis” até 2013 por razões juridicas

17 de Agosto
[As demolições têm sido contestadas pelas populações que dizem estar em causa o "apagar da memória colectiva" ligada à pesca artesanal local.]

As casas estão legais e têm um ...
"Inequivoco interesse como memória de um povo e das suas actividades ancestrais, acrescido de um património móvel e imaterial ..."
Tecnicas Mafalda Carneiro e Maria Athayde e Melo - Ministério da Cultura - Direcção Regional de Cultura do Norte.

E nós acrescentamos:
A erosão na costa no Lugar das Pedrinhas e em Cedovém é provocada pelo esporão, que já está provado em tribunal e se for retirado a praia enche novamente de areia e volta ao longo de alguns anos ao seu estado normal.

No entanto a população realizou um Plano A alternativo, que troca o plano das demolições da POLIS por um plano construtor e desenvolvimento local. O Plano já foi entregue à Polis Litoral Norte e à anterior Ministra Dulce Pássaro que nunca deu resposta.



quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Extinção do Parque Expo abre a porta ao fim dos Polis

Extinção do Parque Expo abre a porta ao fim dos Polis

Isto da Polis Litoral Norte ir buscar dinheiros do QREN para destruir Património Arquitectónico, Sociocultural e Económico de Cedovém e Pedrinhas tem de ser estagnado, já.
Parabéns. Sim, Senhora Ministra avalie todas as Polis inclusive a intervenção que a Polis Litoral Norte pretende realizar para o Município de Esposende precisamente para o Lugar-das-Pedrinhas e para Cedovém.

Sereia de pedrinhas nas Pedrinhas

Ainda dizem que as sereias não existem!
Uma lindíssima sereia de pedrinhas veio à praia no Lugar das Pedrinhas

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Casas-barco mais antigas do mundo

Após um ano de intensa investigação, um grupo de arquitectos concluem que estas são as casas-barco mais antigas do Mundo Ocidental. As casas ainda apresentam a cobertura com quilha em V do casco do barco oriundo da sua origem.
Estas casas têm sido matéria de aulas em vários estabelecimentos de ensino, o que têm permitido recolher documentação, estudar, conhecer e perceber estas construções antiquissimas.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Polis Litoral quer investir até 2013 - 80 milhões na requalificação da costa

Diário do Minho
O presidente do Conselho de Administração, António Brito, reconhece que o Polis terá que ser célere na concretização da intervenção porque até 2013, data de encerramento da sociedade, deverão estar executados projectos no valor de 80 milhões de euros nesta frente marítima e ribeirinha dos três concelhos do Norte. A execução dos projectos poderá, contudo, vir a ser prolongada até 2015. Em relação a Pedrinhas – Cedovém, Apúlia, a intervenção poderá vir a ser feita por fases, devido aos «previsíveis problemas jurídicos».

Apúlia adia demolições

Correio do Minho
...
Nesta altura, garante António Brito, está a ser estudada a legalidade das várias construções, no entanto, e admitindo tratarem-se de questões que “vão acabar nos tribunais”, contestadas pelos proprietários, o administrador admite atrasos no processo. “Não nos parece bem avançar sem ter a segurança jurídica para fazer a intervenção. É uma questão muito delicada e não queremos ser precipitados”, sublinhou, lembrando que o mandato da sociedade termina a 31 de Dezembro de 2013.

Polis do Litoral Norte admite que demolições na costa de Esposende “podem não ser exequíveis” até 2013

Correio do Minho
O administrador do Polis do Litoral Norte admitiu ontem que a demolição de mais de uma centena de casas na costa de Apúlia, Esposende, “pode não ser ...

quinta-feira, 7 de julho de 2011

PARECER DO IGESPAR SOBRE A ALDEIA HISTÓRICA DAS PEDRINHAS



Igespar pronuncia-se sobre a proposta dos mais 40 Arquitectos, para o Lugar-das-Pedrinhas ser considerado Património. O Igespar considera que tratando-se de um conjunto com significado patrimonial predominante, deverá a Câmara Municipal de Esposende colocar a classificação de Património Edificado de Interesse Municipal.

 Está aqui a oportunidade de atribuir o verdadeiro valor ao que é genuinamente Português. Nos dias de hoje devido à globalização cada vez existe menos o que é genuinamente Português. São elementos como este que nos mostram a nossa identidade.

Estas Construções únicas no mundo que vêem em livros da Arquitectura Popular Portuguesa, como referência de exemplo das bases da Arquitectura Portuguesa, está na hora do seu reconhecimento.
A maior parte das vezes só reconhecemos o que é nosso, após ter sido reconhecido pelos de fora.

Lugar-das-Pedrinhas -  wikipédia 

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Estudo apresentado pela POLIS é a tese de Doutoramento do Prof. Loureiro

O workshop técnico sobre a erosão costeira promovido pela POLIS LITORAL NORTE e o estudo apresentado nas noticias de 4-7-2011 é a Tese de Doutoramento em Geologia "Indicadores geomorfológicos e sedimentalógicos na avaliação da tendência evolutiva da zona costeira : aplicação ao concelho de Esposende" do professor Eduardo Jorge Santa Marinha Loureiro, feita na Universidade do Minho em 13 de Julho de 2007, sob a orientação da Doutora Helena Maria Granja.

sábado, 2 de julho de 2011

Seminário 15-07-2011 “A Zona Costeira e as Pressões Antrópicas (a Região Norte)”


Este seminário é uma realização da Comissão Especializada da Zona Costeira (CEZC) da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH), em colaboração com a Comissão Editorial da Revista de Gestão Costeira Integrada (www.aprh.pt/rgci) e a Universidade do Minho.

Enquadramento e Objectivos "As zonas costeiras, no limiar continente-oceano, são áreas de complexas interacções de agentes e processos que lhe conferem uma mobilidade e dinamismo muito particulares.
A progressiva ocupação e densificação das zonas costeiras nas últimas décadas procura torná-las estáticas, gerando uma série de problemas de difícil resolução.
O que era apenas um processo natural passou a constituir um risco costeiro, motivando intervenções sucessivas que, embora localmente tenham contribuído para uma estabilidade temporária, transferiram ou agravaram os problemas em áreas adjacentes.
A zona costeira norte apresenta casos paradigmáticos de uma incorrecta ou inexistente política de gestão e ordenamento, levada a cabo durante anos e anos, que é urgente contrariar sob pena de se perderem os (muito poucos) segmentos que ainda apresentam alguma qualidade e valores naturais.
Agravando os impactes desta antropização excessiva e caótica, há que ter em consideração outros factores não menos importantes que contribuem decisivamente para o fenómeno da erosão costeira, que tem originado recuo de arribas e migração e emagrecimento de praias - défice sedimentar, subida do nível do mar e intensificação de tempestades.
Tendo em vista o fenómeno da perda generalizada de extensas áreas das zonas costeiras e o contributo das pressões antrópicas para tal, pretende-se que este Seminário da APRH seja um fórum de discussão dos problemas da zona costeira norte, do qual possam sair contributos relevantes para a adopção de medidas eficazes para a sua resolução ou minimização.
Para tal vão participar especialistas de várias áreas disciplinares, os quais, através dos seus conhecimentos, poderão contribuir de forma positiva para a resolução de um problema nacional que se arrasta há anos.
Do Seminário constarão quatro sessões temáticas, desde a monitorização como ferramenta fundamental para o conhecimento das mudanças que ocorrem na zona costeira até ao futuro dos Planos de Ordenamento da Orla Costeira (POOCs), passando pela sustentabilidade e interesse dos portinhos e pelas medidas implementadas no âmbito da Gestão Integrada da Zona Costeira (GIZC).
Haverá, ainda, duas sessões de posters sobre a temática global do Seminário"

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Máquina em Ofir aguarda ordens


Máquina aguarda ordens superiores em Ofir para realizar uma intervenção...Onde será?

Polis Litoral Norte propõe taxa para protecção da orla costeira

Correio do Minho
António Guerreiro de Brito, presidente do Conselho de Administração da Polis Litoral Norte, preconiza a introdução de uma taxa para protecção do litoral. ...

terça-feira, 28 de junho de 2011

Palestra 30 de Junho | "Erosão Costeira numa perspectiva geológica" | CMIA de Vila do Conde


Breve Nota Biográfica
Helena Granja é doutorada em Sedimentologia e Geomorfologia. Desde 2007 é Professora catedrática na Universidade do Minho.
De entre os seus principais domínios de investigação, destacam-se a sedimentologia e Geomorfologia da zona costeira e Estratigrafia de ambientes costeiros plistocénicos-holocénicos.
É membro do centro interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e de várias organizações cientificas.
É autora de vários artigos científicos em revistas internacionais sobre questões relativas à zona costeira, tendo participado em vários projectos de investigação.
Orientou várias teses de doutoramento e mestrado.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Esposende: Quatro salvos no mar


CORREIO DA MANHÃ
"Quatro jovens, com idades entre 17 e 19 anos, foram ontem resgatados com vida na praia das Pedrinhas, em Esposende. O alerta foi dado pelo nadador-salvador da praia adjacente, que conseguiu retirar do mar os quatro jovens arrastados pela corrente para um agueiro. Um deles encontra-se sob observação no Hospital de Barcelos."
Hoje agueiros ( rip currents )a Sul do esporão tornaram-se rotina. O esporão (Groyne ) produz erosão e turbulência de areias, resultando agueiros ( rip currents ) constantes, que tornam esta zona balnear autêntica ratoeira para os banhistas.

sábado, 18 de junho de 2011

Como funciona o Groyne (esporão) e como ele é o grande elemento causador da erosão costeira

Na wikipédia explica como funciona o esporão e demonstra o quanto ele é mau.
No projecto ENCORA  -  Esporão significa erosão costeira


Definição de Groyne na wikipédia

Groyne (esporão) cria e mantém uma ampla área de praia de sedimentos do seu lado updrift (sentido da corrente - lado Norte), e produz uma ampla erosão do outro. É uma barreira física para impedir o transporte de sedimentos na direcção da deriva litorânea de transporte. Isso faz com que um build-up (acumulação), que é muitas vezes acompanhada de uma erosão acelerada da praia downdrift (sentido oposto à corrente - lado Sul), que recebe pouca ou nenhuma areia da deriva litorânea (isto é conhecido como síndrome de groyne (esporão) terminal, pois ocorre após a groyne (esporão) terminal de um grupo de groynes (esporões)) .Groynes (esporões) não acrescentam material extra na praia, mas apenas mantêm alguns dos sedimentos existentes no lado updrift (sentido da corrente - lado Norte) do groynes (esporões). ... No entanto, se um groyne (esporão) grande, pode armadilhar muito sedimento, também poderá causar uma grave erosão na praia no lado de baixo drift (sentido oposto à corrente - lado Sul).

domingo, 12 de junho de 2011

O Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território e Instituto da Conservação da Natureza destroem duna

O Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e Instituto da Conservação da Natureza em Fevereiro de 2011 colocaram uma tabuleta a alertar do perigo de erosão na duna no Lugar das Pedrinhas - Esposende. Agora tiraram a tabuleta e escavaram buracos na duna para os carros não passarem, pondo em causa toda a consistência da duna e possibilitar que com as chuvas aumentem a erosão dunar, podendo chegar ao ponto de provocarem a derrocada total.




terça-feira, 31 de maio de 2011

O traje do Sargaceiro


O Lugar do Real tem fotografias deliciosas, mas a preocupação de registar as caracteristicas de trajes que estão em vias de desaparecer, tem vindo a aumentar. O blogue Ligação cómoda resume-se um apontamento de registo sobre determinados trajes portugueses, dentro dos quais o traje do Sargaceiro.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Tribunal "anula" demolição do prédio Coutinho em Viana do Castelo

Ontem foi noticiado a "anulação" da demolição do prédio Coutinho, onde se verifica que a função da existência da POLIS,  é recuperar, criar, fazer nascer e não demolir, remover e destruir. Fica aqui mais um registo que quando uma determinada ferramenta é criada para um determinado fim e esse fim é deturpado, leva algum tempo para a corrigir (6 anos), mas é possível.

"O Tribunal reconhece uma ilegalidade no processo e anula a Declaração de Utilidade Pública emitida e renovada para a expropriação e demolição do edifício. Ou seja, se a VianaPolis quisesse agora demolir o edifício, não o podia fazer", explicou à Lusa o advogado Francisco Vellozo Ferreira, a propósito do chamado prédio Coutinho, em Viana do Castelo.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Novo veiculo para andar no mar - SEABRECHER

Este novo veículo para andar na água como um golfinho, é fantástico e mostra-nos como o futuro está tão próximo.
A importância da água na cultura de um povo e por sequência no PATRIMÓNIO foi e é enorme.
No dia 18 de Abril de 2011, realizou-se o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, sendo abordado a água, cultura e património.
Para variar foi mais um dia comemorativo relativo ao património que passou completamente desapercebido da maioria das pessoas.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

CEDOVÉM não pode perder esta oportunidade!

Guimarães em 2012 vai ser a Capital Europeia da Cultura, será uma altura que virá muita gente (1.500.000 visitantes e turistas) a Portugal não só para visitar a capital, mas também usufruir do Património Natural, (campo e das praias) e quem está mais bem posicionada para ser a praia da Cultura, é sem dúvida Cedovém e Pedrinhas, pois carregam um forte Património Material e Imaterial que deverá ser dado a conhecer.
A área da restauração de Cedovém terá uma optima oportunidade para criar pratos alusivos ao evento, criar condições que dêem apoio aos turistas que virão com o intuito de se alimentar através de uma gastronomia com história. A área de comércio terá aqui também uma hipótese de comercializar artesanato, recordações sobre os sargaceiros, da faina agro-marítima, masseiras, etc.

Vamos todos prepararmo-nos para receber bem ... pois só faltam 9 meses!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Já posso ver tudo à minha volta...

VISTA 360º
Agora só falta ver em tempo real.

O site 360Portugal faz referência a um vastíssimo Património Português e o Lugar-das-Pedrinhas já lá vem referenciado.

O texto que acrescentaram ao local, foi simplesmente este:

"Entre Ofir e Apúlia fica um conjunto de antigas cabanas dos pescadores. Estas cabanas foram convertidas para casas de veraneio mantendo a traça original deste tipo de construções. Mantem-se ainda hoje neste local um ambiente de harmonia com o ambiente envolvente, contrastando com toda a "evolução" caótica que se vê no litoral nortenho. Os acessos manteem-se de terra batida e areia, muros baixos ou inexistentes, volumetria pequena das construções, o recurso à pedra local para as paredes exteriores, e caixilharia de madeira."

segunda-feira, 28 de março de 2011

Especialista em proteção de costa italiana diz que aprender com os nossos erros

...
"Muitas vezes, defendemos uma parte muito pequena da costa, provocando uma erosão nos sectores próximos. Deste modo, as nossas estruturas de protecção expandiram-se por centenas de quilômetros."
...
"Nós estávamos baseando a nossa defesa principalmente com esporões e paredões e alguns diques destacáveis. Durante esse tempo, percebemos que esses sistemas muito freqüentemente falham e muitas vezes determinam uma maior erosão da costa."
...
"Em alguns estudos que fizemos, vimos que 10-20 por cento da erosão é devido ao aumento do nível do mar e os restantes 80-90 por cento é induzida por aquilo que fizemos na água, abrigo ou ao longo da costa. "

"Você está a pagar e irá pagar no futuro por decisões antiquadas."

sábado, 19 de março de 2011

A noite com a maior lua cheia desde à 18 anos atrás

Hoje é aquela noite ideal. A noite da "Super Lua" com uma boa temperatura ambiente.
Uma Excelente noite para jantar num restaurante em Cedovém, apreciar o mar à luz do luar e na noite do Dia do Pai.



terça-feira, 15 de março de 2011

Novas tecnologias aplicadas em Quebra-mar

O Brasil e USA são  países que tem investido e aplicado novos materiais na construção de quebra-mares.
Vejamos este tipo BAGWALL

sexta-feira, 11 de março de 2011

Solidariedade com o Povo Japonês

Hoje mais do que nunca, estamos solidariamente unidos com o povo Japonês, que sofreu uma enorme catástrofe devastadora do tsunami.
Os japoneses ao longo da sua existência sempre viveram numa constante ameaça de terramotos, maremotos e tsunamis, daí darem uma grande importância à pesquisa e investigação no desenvolvimento da tecnologia de coastal breakwater.
Nesta imagem podemos ver um tipo de quebra-mar recente.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Traje típico do séc. XIX

Retrato tirado pelo fotografo amador P. de Carvalho com ornamentação de Rafael Bordalo Pinheiro, o Pai da BD em Portugal (Colecção privada)




sexta-feira, 4 de março de 2011

Câmara de Caminha preocupada com a erosão costeira em Moledo

Diário do Minho
"A Câmara Municipal de Caminha está preocupada com a erosão costeira que está a afectar a praia de Moledo e já enviou um relatório para a Polis Litoral Norte, dando conta dos estragos causados pelo mau tempo que se fez sentir durante o passado mês de Fevereiro.

Uma equipa do Instituto de Hidráulica e Recursos Hídricos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto vai deslocar-se Moledo, para avaliar a situação e propor soluções para travar a força do mar e evitar o devaste da costa.
A erosão costeira em Moledo é um problema grave que preocupa o executivo camarário, razão pela qual vai ser elaborado um estudo pela equipa liderada pelo professor Veloso Gomes, especialista em matérias de obras hidráulicas e marítimas."

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

CONVOCATÓRIA Reunião Extraordinária

Convocam-se todos os interessados pelos assuntos do Lugar das Pedrinhas e Cedovém, para estarem presentes na próxima reunião extraordinária, dia 5 de Março de 2011, pelas 21 horas, na Junta de Freguesia da APÚLIA.



quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

POLIS LITORAL NORTE NÃO CONTEMPLA INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS A SUL ...


O NUCEARTES –" Núcleo de Estudos e Artes do Vale do Âncora, defende que os POLIS LITORAL deveriam, acima de tudo, projectar o aproveitamento natural da área litoral, especialmente, a restrita orla costeira, dando-lhe uma nova vida, precavendo intervenções comprometedoras e regenerando prioritariamente os focos de degradação manifestos, que são visíveis e preocupantes, que tem sido publicitados e registados em diversos documentos, alguns deles há dezenas de anos.
...
As apostas de correcção da erosão do sistema dunar, através de obras de engenharia, dão-nos uma visão do que consta este programa POLIS LITORAL NORTE.
Este programa enferma de uma falta de sensibilidade, pois as prioridades não se reportam ao estancamento da degradação, pois não apostam concretamente na protecção do meio ambiente, que mais ainda se agravará.
 E é isso que está a ocorrer neste concelho, neste distrito e neste País. Artificialismo, fogo-de-vista, obras públicas desnecessárias e inconsequentes, mas que pagam campanhas eleitorais e lugares de administração para políticos aposentados.
Pelos planos que se apresentam para desenvolver a recuperação das deficiências que existem, concluímos, que as acções de contenção dos avanços do oceano não serão realizados...."

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

As Entidades responsáveis nada fazem para os pescadores poderem ir ao mar.

O Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território e Instituto da Conservação da Natureza "lavam as mãos como Pôncio Pilatos", simplesmente colocam uma tabuleta de aviso! 


Os pescadores do Lugar das Pedrinhas querem ir ao mar para trabalhar e não há maneira possível de descer o barco.



sábado, 12 de fevereiro de 2011

POLIS LITORAL NORTE apresenta inquérito a pescadores

Sessão pública em Castelo do Neiva - Polis Litoral Norte
A Polis Litoral Norte apresentou à população do Castelo do Neiva as ... os resultados do inquérito aos pescadores realizado pela Polis Litoral Norte ...

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

POLIS LITORAL NORTE LANÇA CONCURSO

Designação do contrato:
Concurso Público n.º 01.PLN.11.PC10/RAM.ram para a Elaboração de Projectos de Execução para

Intervenções de Recuperação, Protecção dos Sistemas Dunares Degradados e Renaturalização de Áreas Naturais Degradadas
Descrição sucinta do objecto do contrato: O presente procedimento tem como objectivo a realização dos Projectos de Execução da recuperação, protecção dos sistemas dunares degradados e renaturalização de áreas naturais degradadas, localizadas nos Concelhos de
Caminha - Camarido, Rochedos de Santo Isidoro e Duna do Caldeirão - Viana do Castelo - Montedor, Areosa, Rodanho/Dunas da Amorosa e Pedra Alta/Foz do Neiva
- e Esposende - Belinho, Cepães, Redonda, Suave-Mar e Pedrinhas / Moinhos.
Tipo de Contrato: Aquisição de Serviços
Valor do preço base do procedimento 103700.00 EUR

domingo, 30 de janeiro de 2011

POLIS LITORAL NORTE delibera sobre o PLANO A para Pedrinhas & Cedovém

Tendo sido entregue em sede própria da Polis Litoral Norte, dia 16 de Setembro de 2010 e  tendo sido mais tarde, em 24 de Novembro uma segunda via, também em sede própria. O conselho de administração  da  Polis Litoral Norte deliberou em reunião que não lhe é possível proceder à apreciação da proposta PLANO A (Plano Alternativo ao Plano da Polis Litoral Norte para o Lugar das Pedrinhas e Cedovém)


sábado, 22 de janeiro de 2011

Polis Litoral Norte investe 13,8 milhões de euros em 2011

Polis Litoral Norte
"Serão ainda começadas as empreitadas ... de Consolidação dos esporões da embocadura do Rio Neiva e de Ofir / Pedrinhas e Portinho do Lumiar."

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

NOTICIA do JN

JN
Remoção de passadiço inactivo destruiu dunas protegidas em Gaia

Se a noticia de hoje no JN chocou tanto os ambientalistas, que pedem tanto uma acção urgente.
Com a "remoção de edificações" no Lugar das Pedrinhas e Cedovém qual vai ser o impacto da destruição?
Bem a comparação é de 1 para mil.
Se o que aconteceu em Gaia "A duna consolidada e toda a vegetação foram arrasadas, tornando-se um espectáculo chocante para os milhares de pessoas que desfrutam do passadiço", o Plano que a Polis Litoral Norte tem para executar no Lugar das Pedrinhas e Cedovém será um espectáculo LOCUS HORRENDUS para milhões de pessoas de todo o mundo.

Pescador típico do Minho (Séc. XIX)

Retrato tirado pelo fotografo amador P. de Carvalho com ornamentação de Rafael Bordalo Pinheiro, o Pai da BD em Portugal (Colecção privada)

Em 1800 a vida de pescador também não era fácil.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

O oceano...o que é o oceano?

Uma criança que estava a descobrir o mar, perguntou...
O oceano...o que é o oceano?
Filho... o oceano será a nossa maior fonte de receitas e subsistência do fim do séc. XXI e séc. XXII

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Um Adeus ao João Ricardo Mendes Ribeiro


O fechar do Ano 2010 foi muito perturbador para as habitações das Pedrinhas e seus proprietários.

Hoje o Lugar-das-Pedrinhas está mais pobre. Perdeu um dos seus grandes apaixonados, que foi o João Ricardo.
Todos nós, já estávamos habituados a chegarmos e a vê-lo, a partirmos e ele ficar. No fechar do ano passado, foi a vez do João Ricardo partir e de nós ficarmos.

Até sempre João Ricardo.
ACM